Complicações da Covid-19 Associadas com a Hipertensão Arterial Sistêmica

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17921/1415-5141.2023v27n2p89-94

Resumo

Os primeiros casos relatados de Covid-19 em humanos foram em 2019 na China e em 2020 a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou estado de pandemia. A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) acomete grande parte da população e a hipótese é que pacientes com Covid-19 e portadores de HAS possuem maior chance de piora do quadro. Portando, o objetivo é analisar a relação da Covid-19 com a hipertensão arterial sistêmica através de uma revisão bibliográfica realizada pelas discentes e docente. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica realizada no ano de 2022. Foram selecionados artigos através da base de dados Scielo, LILACs, PubMed e por meio da 7ª Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial encontrados através de palavras chaves, ‘’Decs’’ e ‘’termos Mesh’’. Foram excluídos os artigos duplicatas e os irrelevantes após a análise dos títulos e resumos dos mesmos, com isso, 9 artigos foram selecionados, os quais abrangem estudos observacionais retrospectivos e estudos de coorte. Os selecionados foram publicados entre 2020 e 2021 que abordam a relação da hipertensão arterial sistêmica como fator de risco para agravamento da Covid-19. As publicações incluídas nesta revisão foram realizadas na China, Espanha, Turquia e Brasil. Dessa forma, conclui-se que em comparação com indivíduos normotensos, pacientes hipertensos se associam a um risco aumentado do desenvolvimento da forma grave da Covid-19 e da mortalidade.

Palavras-chave: Hipertensão Arterial Sistêmica. SARS-coV-2. Coronavírus. Disfunções Metabólicas. Doença Crônica.

 

Abstract

Introduction: the first reported cases of covid-19 in humans were in 2019 in China and in 2020 the World Health Organization (WHO) declared a pandemic status. Systemic Arterial Hypertension (SAH) affects a large part of the population and the hypothesis is that patients with covid-19 and patients with SAH have a greater chance of worsening the condition. Objective: to analyze the relationship between covid-19 and systemic arterial hypertension through a bibliographic review carried out by students and professors. Methodology: this is bibliographic research carried out in the year 2022. Articles were selected through the Scielo database, LILACs, PubMed and through the 7th Brazilian Directive on Arterial Hypertension found through keywords, ''decs'' and ' 'Mesh terms''. Results: Duplicate and irrelevant articles were excluded after analyzing their titles and abstracts, thus, 9 articles were selected, which cover retrospective observational studies and cohort studies. The selected ones were published between 2020 and 2021 that address the relationship of systemic arterial hypertension as a risk factor for the worsening of covid-19. The publications included in this review were carried out in China, Spain, Turkey and Brazil. Conclusion: compared to normotensive individuals, hypertensive patients are associated with an increased risk of developing the severe form of covid-19 and mortality.

Keywords: Hypertension. SARS-coV-2, Coronavirus. Metabolic Disorders. Chronic Disease.

Downloads

Publicado

2023-12-13

Como Citar

PICCOLI BOSSADA , Ana Laura; LOPES, Débora; KELLYN DE LIMA BONETTI, Fernanda; BENDER, Suzana. Complicações da Covid-19 Associadas com a Hipertensão Arterial Sistêmica. UNICIÊNCIAS, [S. l.], v. 27, n. 2, p. 89–94, 2023. DOI: 10.17921/1415-5141.2023v27n2p89-94. Disponível em: https://uniciencias.pgsscogna.com.br/uniciencias/article/view/10315. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos